Conheça as Regras do IR 2019


DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA 2017

Desde o final de fevereiro, os brasileiros já conhecem as regras para declarar seu Imposto de Renda 2019, ano base 2018. Neste ano, no entanto, é preciso ficar atento, porque o prazo de envio está mais curto: vai de 7 de março a 30 de abril, pela internet.



Neste exercício, precisam declarar todos aqueles que receberam, no ano passado, rendimentos tributáveis que, somados, superaram os R$ 28.559,70. Também precisam enviar o IR quem teve rendimentos isentos, não tributáveis ou com tributação exclusiva na fonte com valor acima de R$ 40 mil.

Investimentos

Segundo a Receita Federal quem, em 2018, registrou ganho de capital com a alienação de bens ou direitos sujeitos à incidência de imposto ou, ainda, quem negociou ativos em bolsa de valores (compra e venda de ações, por exemplo).



Outras pessoas que precisam declarar

O Imposto de Renda precisa ser declarado por várias classes. Por exemplo, aqueles que tinham a posse ou a propriedade de bens com valor acima de R$ 300 mil. Mesmo que seja apenas um lote de terra, sem nenhuma construção ou plantação.



Se você vendeu um imóvel residencial e usou o dinheiro dessa venda para comprar outro imóvel no Brasil, em um prazo mínimo de 180 dias, você também precisa declarar o Imposto de Renda.



O mesmo vale para os estrangeiros que se tornaram cidadãos brasileiros e passaram a morar no país em 2018 e estavam aqui em 31 de dezembro.



Agora, se você é um produtor rural, precisa declarar o imposto apenas se sua receita bruta superou os R$ 142.798,50 ou, ainda, se quer compensar prejuízos de anos anteriores ou perdas registradas em 2018 com suas plantações.



Dispensados da declaração

Alguns brasileiros estão dispensados do envio da declaração.



Encaixam-se neste critério, por exemplo, quem tem conta corrente com saldo abaixo de R$ 140 ou bens móveis cujo valor fique abaixo de R$ 5 mil. Atenção: essa cota não se aplica a carros, embarcações e aeronaves.



Os pequenos investidores, que possuem ações, ouro ou outros ativos financeiros com valor abaixo de R$ 1 mil estão dispensados da declaração do imposto.



Enquadram-se nesta categoria também quem tem dívidas com valores menores do que R$ 5 mil em 31 de dezembro de 2018.



Como entregar a declaração

Para preencher e enviar a declaração de Imposto de Renda, o contribuinte deve utilizar o Programa Gerador da declaração. Esse envio pode ser feito de forma online, com ou sem o uso de certificado digital.



É possível também enviar a declaração do seu celular ou tablet, utilizando o “Meu Imposto de Renda”.



Mas, independente da plataforma de envio, é preciso ficar atento aos prazos. Quem não entregar até as 23h59 do dia 30 de abril pagará uma multa que pode ser de, no mínimo R$ 165,74.



Por isso, se você tem dúvidas, é preferível entregar a declaração incompleta a pagar uma multa. Afinal, neste exercício, o contribuinte poderá saber, em até 24 horas, se caiu ou não na temível malha fina.



A Consuport está a disposição para assessorá-lo na prestação desse e outros serviços que necessitar no âmbito da sua pessoa física ou jurídica.



@ 2017 Consuport Assessoria Empresarial | Desenvolvido por Agência Zíriga Logo Agência Zíriga